Estudos Biblicos

Uma Bíblia, Um Presente, Uma vida.

Eu estava assentando à mesa da cozinha, há alguns anos, talvez em 2007 ou 2006, lendo o livro A Bíblia Através dos Séculos do pastor e também tradutor bíblico, Antonio Gilberto. Lembro-me que era uma tarde. Minha mãe, minha mentora espiritual e a pessoa mais importante na minha formação cristã, naquele tempo, achava-se afastada dos caminhos santos do Senhor. Na página 43 (19ª edição, 2007) li a frase de F. B. Meyer “O melhor argumento em favor da Bíblia é o caráter que ela forma”. Naquele momento, senti como que uma “lança” traspassando meu peito. Aquele foi sem dúvida o insight mais marcante que eu tive. Eu me dera conta do inestimável benefício que a Bíblia exercera sobre mim ao longo dos anos de maneira absurdamente benéfica e salutar. Alguns instantes depois, minha mãe entrou casa a dentro e sentou-se à mesa. Naquele momento, tomado por enorme comoção, comecei a agradecê-la por me ter dado tão precioso presente, a Bíblia Sagrada. Não pude me conter e como poucas vezes em minha vida, fui tomado por uma torrente de lágrimas segurando a mão dela. Esse foi um momento muito marcante na minha relação com minha mãe. É como se eu tivesse me dado conta da importância da sua ação para comigo ao me dar aquele presente: a Bíblia Sagrada. Voltando mais ainda no tempo, ainda me lembro de um dia na minha adolescência em que ela me ensinava a ler a Bíblia e como eu não conseguia entender, fiquei irritado e fui ao quarto com aquele Novo Testamento dos Gideões Internacionais e o arremessei contra a parede num ato de fúria. Senti instantaneamente uma “dor no coração” e me arrependi do feito. Aos 12 anos de idade, numa tarde ensolarada, meu querido pai entrava em casa com um pequeno presente: era um exemplar da Bíblia Sagrada. Até então, meu contato com as Escrituras tinha sido apenas com o Novo Testamento dos Gideões Internacionais que trazia também os livros de Salmos e Provérbios. Eu via nas outras Bíblias completas os textos com títulos e outros livros que não havia no meu Novo Testamento e ficava ansioso para ter o meu exemplar da Bíblia completa. Bem, esse dia chegara, e era uma Bíblia na versão Almeida Revista e Corrigida, com capa preta e letras pequenas. Além dos títulos, ela tinha também aquelas referências paralelas no rodapé. Eu não sabia, mas meus pais estavam influenciando-me pelo resto da vida. Hoje, com 31 anos de idade, tendo já lecionado em cursos básicos e seminários de teologia para mais de 350 alunos e tendo falado a mais de 100 igrejas em palestras e pregações (isso, no que pude contabilizar), é gratificante trazer à memória essas lembranças queridas. É um número pequeno, eu sei, mas não é só um número: é um ministério, um serviço ao Reino de Deus, na medida em que sirvo ao próximo. Jamais poderia imaginar que Deus me permitiria caminhar tão longe. No final desse ano, permitindo o Senhor, estarei concorrendo a uma vaga num programa de mestrado em Teologia. A linha de pesquisa? Leitura e Ensino da Bíblia. Nada me cairia melhor… Deus seja louvado!

 

Considero-me um exemplo entre tantos milhares de milhares que foram influenciados beneficamente pela Palavra de Deus. Muitas pessoas tem sido abençoadas pela leitura e aprendizagem das Sagradas Escrituras. Inequivocamente, a Bíblia é formadora de caráter e numa época como a nossa em que, infelizmente, nossas crianças vem sofrendo influências terríveis da mídia, dar a Bíblia a elas se faz necessário. A Bíblia orienta para a vida, orienta para as escolhas. Seu ensino é puro e ela é a verdade de Deus que pode salvar o homem. Há muitos presentes que podemos dar a nossos filhos, mas a Bíblia é o presente que poderá norteá-las de maneira decisiva em sua trajetória.

 

O ensino da Bíblia influencia beneficamente ao indivíduo em todas as esferas de sua vida. Nessa convicção, não estou sozinho. Para Luiz Antonio Giraldi, em História da Bíblia no Brasil (São Paulo: Sociedade Bíblica do Brasil, 2008, p. 12), aqueles leitores que conheceram Jesus e sua mensagem salvadora por meio da leitura da Bíblia, “foram impactados pelo poder do evangelho e tiveram sua vida transformada pela ação regeneradora do Espírito Santo. Por isso, passaram a ser pessoas mais bondosas, mais honestas, mais pacíficas e mais educadas”.

 

De maneira incisiva e conclusiva, pergunta a teóloga alemã Eta Linemann: “Saberia, a Bíblia, algo sobre o homem moderno?” (Crítica histórica da Bíblia. São Paulo: Cultura Cristã, 2009, p. 86). E responde dizendo que a “abordagem segundo a qual alguma coisa é moderna hoje, desatualizada amanhã e obsoleta no dia seguinte, é vista na Bíblia como “vaidade e correr atrás do vento” (Ec 1.14). O julgamento de Deus sobre essa questão é bem claro: “O que foi é o que há de ser; e o que se fez, isso se tornará a fazer; nada há, pois, novo debaixo do sol” (Ec 1.9)… Basicamente, esse homem não vive de forma diferente dos homens que viveram antes dele” (idem, pp. 86,87). Como podemos ver, a Bíblia toca como nenhum outro livro áreas vitais da existencialidade humana.

 

Para a tradutora bíblica Katharine Barnwell em Tradução Bíblica: um curso introdutório aos princípios básicos de tradução (3ª ed. São Paulo: Sociedade Bíblica do Brasil, 2011, p. 13), a Bíblia “é a Palavra de Deus, inspirada pelo Espírito Santo. O tradutor tem a tremenda responsabilidade de não modificar o significado. Deve ter o cuidado de não acrescentar nada ao significado, nem omitir nenhuma parte do significado. A Bíblia é um livro que faz sentido. É um livro que tem uma mensagem que foi dada para ser entendida. Quando escrita inicialmente, a Bíblia foi redigida na linguagem comum das pessoas daquela época”.

 

Já Johan Konings entende que a “finalidade do estudo bíblico é compreender o sentido que ela tem para nossa vida. Para isso é preciso compreendê-la, ou seja, integrá-la na totalidade de nosso conhecimento e consciência. Ao chamá-la de “palavra de Deus”, indicamos que ela tem a ver com o sentido último de nossa vida” (A Bíblia, sua origem e sua leitura. 8ª ed. Rio de Janeiro: Vozes, 2014, p. 175).

 

Para F. F. Bruce, conhecido teólogo escocês, a Bíblia tem uma função ímpar para a civilização humana. Ele comenta: “A Bíblia tem desempenhado, e continua a desempenhar, uma função extraordinária na história da civilização. Muitas línguas foram postas pelo primeira vez na forma escrita para que a Bíblia, no todo ou em parte, pudesse ser traduzida para essas línguas. E isso não é senão uma pequena amostra da missão civilizadora da Bíblia no mundo” (A Origem da Bíblia. COMFORT. Phillip W. Rio de Janeiro: CPAD, 1998, p. 21).

Convido você, leitor ou leitora, a dar a Bíblia de presente a seus filhos (caso tenha ou quando vier a ter). Que possamos amar a Palavra de Deus e fazer dela nosso “Livro sempre à mão”, e não um livro entre tantos perdido na estante ou preterido em lugar de outras coisas secundárias.

Tags

98 Comments

  1. I’m truly enjoying the design and layout of your website.
    It’s a very easy on the eyes which makes it much more enjoyable for
    me to come here and visit more often. Did you hire out a designer to create your theme?
    Outstanding work!

  2. With havin so much content do you ever run into any issues of plagorism or copyright violation? My
    website has a lot of exclusive content I’ve either created myself or outsourced
    but it looks like a lot of it is popping it up
    all over the internet without my agreement. Do you know any solutions to help protect against content from being ripped off?
    I’d truly appreciate it.

  3. Does your site have a contact page? I’m having problems locating it but,
    I’d like to send you an email. I’ve got some suggestions for your blog
    you might be interested in hearing. Either way, great site and
    I look forward to seeing it expand over time.

  4. You can certainly see your skills within the work you write.
    The sector hopes for even more passionate writers such as you who are not afraid to say
    how they believe. All the time go after your heart.

  5. Thank you for the auspicious writeup. It in truth was once a entertainment account it.

    Look complicated to far added agreeable from you! By the way, how could
    we be in contact?

  6. Remarkable things here. I’m very happy to see your
    article. Thank you a lot and I’m looking ahead to touch you.
    Will you please drop me a e-mail?

  7. Wow that was odd. I just wrote an really long comment but after I clicked submit
    my comment didn’t show up. Grrrr… well I’m not writing all
    that over again. Regardless, just wanted to say great blog!

  8. Hello, i think that i saw you visited my weblog thus i came to
    “return the favor”.I am attempting to find things
    to improve my site!I suppose its ok to use some of your ideas!!

  9. It’s a pity you don’t have a donate button! I’d without a doubt donate to this outstanding blog!
    I guess for now i’ll settle for book-marking and adding your
    RSS feed to my Google account. I look forward to brand new updates and will
    talk about this website with my Facebook group.

    Talk soon! scoliosis surgery https://0401mm.tumblr.com/ scoliosis surgery

  10. I do not even know how I ended up here, but I thought this post
    was great. I don’t know who you are but certainly you are going to a
    famous blogger if you are not already 😉 Cheers!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Close

Adblock Detected

Please consider supporting us by disabling your ad blocker