DestaqueDevocionaisEstudos Biblicos

Como Evangelizar

 

E chamou o Senhor Deus a Adão, e disse-lhe: Onde estás?

(Gênesis 3:9)

 

Deus na sua onipresença sabia muito bem onde estava Adão e Eva, Ele poderia ter chegado irado, e até mesmo ter destruído Adão e Eva, Ele poderia fazer isso, mas não o fez, Deus poderia ter abandonado Adão e não procura-lo mais, porem na verdade Deus repreendeu Adão e Eva pelo seu erro e demostrou seu grande amor a eles, lhes fazendo a maior promessa. (Gênesis 3.15).

Promessa não só a eles, mas a todos que nasceria de Adão e Eva, a toda a humanidade. O Senhor Deus ainda matou um animal e usou seu couro para cobrir a nudez de Adão e Eva, um tipo de Jesus sendo morto para cobrir os nossos pecados.

 

  • Como se aproximar de alguém.

Sigamos o exemplo de abordagem a quem quisermos falar do amor de Deus.

Nunca chegar as pessoas os acusando, devemos deixar que eles falem o que pensam, porque assim se sentirão melhor, se acharão no comando do assunto, mas na verdade o evangelista esta ganhando tempo ao lado destas pessoas. Nunca tentar fazer um discurso, nunca falar mal da religião ou crença da pessoa, e nem fazer-lhe criticas aos seus costumes, vícios, nada.

Não falar mal de nenhuma denominação, seja qual for. Nunca criar polêmica, e nem forçar o ouvinte.

Lembrar sempre de que quem convence o pecador é o Espirito Santo, Deus é o mais interessado no assunto do que nós e Ele nos permite dar-nos Palavras no momento certo.

Se o ouvinte entrar para outro assunto, como trabalho ou família e etc. Converse com ele, isso gerará confiança, mas nunca esqueça que o seu foco é levar a pessoa a salvação, no momento oportuno apresenta Jesus e o plano d’Ele, para a pessoa e toda a humanidade; nunca faça promessas a pessoa, além da promessa da salvação, pois não temos outra promessa melhor ou maior, o Senhor Deus mostrou esse projeto a Adão e Eva, Ele disse: virá um que vai esmagar a serpente, Ele falava de Jesus o Nosso Salvador, e é desse que devemos falar ao pecador.

 

Só faça o apelo se você estiver certo que a Palavra foi aceitável, do contrario deixe um convite para o próximo culto.

 

Nunca pregue ameaças, porque de ameaças o mundo está cheio e o pecador sofredor, sobrecarregado, quer é encontrar alguém que lhes de alívio.

 

Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei.

(Mateus 11:28).

 

O próprio Jesus promete o alívio, ele não disse venham todos que os sobrecarregarei de jugos que não possam suportar.

Se houver aceitação para a salvação, ore pela pessoa, nunca a mande orar, pois ela talvez nunca tenha feito isso.

 

Se ela apenas aceitar o convite para visita ao templo, o evangelista deve ser o primeiro a estar lá para recebê-la.

O evangelizador deve ser exemplo de fé, o pecador tem que ver e sentir a firmeza que o evangelizador tem por ter Jesus, é preciso ser visto pelo pecador que verdadeiramente Deus mudou a vida de quem fala com ele.

O modo de portar-se do evangelista, seu modo de vestir, falar, tem que ser notado pelo pecador. Lembramo-nos que somos porta-voz de Deus, temos a mais excelente missão (anunciar seu evangelho) não esperemos para começar, não desanimar nunca.

 

Lancemos a semente a tempo e fora do tempo por todos os lados, breve será a colheita                                                  geral feita por Deus, e receberemos a nossa recompensa.

 

 

 

Avanete de Sá

Missionária e Bacharel em Teologia

Tags

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Close

Adblock Detected

Please consider supporting us by disabling your ad blocker