Estudos Biblicos

Deus e o diabo sentados no banco dos réus e quem julga é você

A bíblia dita sobre a história da vida na terra. Os seus processos fixos e transitórios bem como suas formações e deformações dentro de um espaço de tempo. Qualquer leitor passional conclui com exatidão que o processo criativo da terra foi dado por um monarca poderoso, com um domínio sobrenatural sobre os elementos constitutivos da vida. Um planeta redondo ( Isaias 40;22) é criado no primeiro versículo do livro da criação, o mesmo planeta aparece deformado, escuro e sem vida no versículo subsequente (gêneses 1;1,2).

A partir do 3° versículo do capitulo 1° Deus o grande criador do universo começa a reformar a terra, trazendo luz e fazendo emergir porções de terra e separação de aguas. Deus faz a terra se tornar habitável ao homem para o tornar alma vivente. Até aqui nenhuma novidade para você leitor da bíblia sagrada. Você que achou estranho a reforma da terra num espaço tão curto de tempo ou de intervalo de versículos deve estar se perguntando o que aconteceu aqui, neste planeta, que carecesse da intervenção divina? A resposta, é a maldade de um querubim caído Isaias (14;12,15) Ezequiel (28;13,17) e Lucas (10;18). Lúcifer que fora criado para música e se tornara regente do coral celestial se rebelou contra o seu criador desejando ocupar um lugar superior ao de Deus. Quando a maldade toma conta do coração de Lúcifer, e sabendo haver uma batalha celestial, Deus cria um anjo guerreiro, chamado Miguel. Liderados por Miguel o exercito do soberano sai vitorioso e o exercito de lucifer é levado a presença do Senhor para perderem tudo o que receberão de Deus e a partir daquele momento não valerem mais nada. A queda de satanás com seu exercito é tão sinistra que retira o planeta terra de sua orbita de origem, produzindo uma grande nuvem de poeira que extermina com a vida na terra, bem como, com a sua luz fazendo o planeta terra passar por um longo período de trevas e gelo.

Um episodio singular ocorre na inutilização de satanás no céu. Quando Deus retira deste seus dons e beleza. O condenado em um atitude desesperada de justificação e revide desafia o Soberano a encontrar uma alma vivente livre que o adore como Deus. Segundo satanás na ausência de matéria o corpo sucumbi e a alma , ou seja, na ausência do prazer o corpo sofre e no sofrimento o homem não glorifica a Deus, glorificando então somente na presença do prazer. O primeiro escrito bíblico, o hoje conhecido livro de Jó, inicia com um dialogo entre Deus e satanás sobre a criação do homem, mais precisamente sobre um homem especifico Jó. A narrativa situa Jó como um homem de muitas posses e temente a Deus, um homem que procurava se desviar do mal.
Quando se apresentavam diante de Deus os seus filhos se apresentou também satanás que disse ter rodeado a terra e passeado por ela Jó (1;7). Ao testemunhar sobre o servo fiel, Deus é questionado sobre a fidelidade do seu servo Jó, haja vista que, não há ausência de prazeres em sua vida. Deus permite que satanás retira então os prazeres de Jó contudo ele permaneceu fiel a Deus.

A bíblia nos embasa para refletirmos sobre o reflexo de nossas atitudes. Há uma nuvem de testemunhas e o que conhecemos e desconhecemos que esperam uma postura de nós. Como respondemos a isso? Deus acredita na fidelidade humana dentro de sua limitação, uma vez que, ele não te dá uma cruz maior que você pode carregar. Satanás disse que sem bens materiais você não é fiel, Deus através do seu filho Jesus, com seu sacrifício Vicário na cruz do calvário disse que mesmo sem o pão de cada dia você é fiel a Deus. Só uma pessoa poderá julgar quem está falando a verdade, você.

Tags

Colaborador IDE

Usuários especial para pessoas que queiram compartilhar conteúdo em nossos sites e em nosso aplicativo. O conteúdo é avaliado e postado, colocar informações para contato pessoal é decisão do colaborador.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Close

Adblock Detected

Please consider supporting us by disabling your ad blocker